Acesso às Redes Sociais

Adsense

sábado, 27 de abril de 2013

UFC 159 - JONES vs SONNEN - É hoje

Imagem retirada 


Um ano atrás Chael Sonnen estava em plena campanha de difamação contra Anderson Silva depois de ter garantida a revanche pelo cinturão dos médios. Mas ninguém imaginaria que pouco tempo depois, mesmo sem ter feito nenhuma luta nesse meio tempo, ele estaria neste sábado, em Nova Jersey, disputando o cinturão dos meio-pesados contra Jon Jones, no UFC 159.
Se alguém ficou sem acompanhar MMA durante esse tempo e voltou ao noticiário apenas nesta semana com certeza não entendeu nada. Mesmo com muitos desafiantes na fila, Dana White preferiu dar a Sonnen a chance de enfrentar o campeão, mostrando que no evento o poder da retórica e da provocação às vezes vale tanto quanto os resultados no octógono.
Imagem retirada do Google
Os fãs de MMA não contam com um resultado diferente de uma vitória de Jon Jones, um dos mais dominantes lutadores da história do Ultimate, até por conta do histórico de vitórias pouco convincentes e derrotas quase vexatórias de Chael Sonnen. O que deu o tempero para essa disputa de cinturão é ver de que maneira o campeão vencerá e a reunião dos dois no TUF.
"Assisti a poucos vídeos do Jon Jones, porque sempre que eu vejo algo, ele está acabando com alguém. Não estava me ajudando muito, eu teria muito mais o que elogiá-lo do que ofendê-lo. Mas eu tenho minhas habilidades também. Faço isso há muito tempo", afirmou Sonnen, deixando um pouco de lado o discurso de confiança que teve antes das lutas contra Anderson Silva.
Mais um motivo para contar com uma derrota contundente de Chael é o fato de Jon Jones ter uma defesa de queda impenetrável. O dono do cinturão dos meio-pesados nunca  foi derrubado, nunca sofreu uma queda em toda sua carreira. O problema de Sonnen é que as quedas são as principais - talvez únicas - armas do desafiante. Desta vez, Sonnen tem a vantagem física de não ter cortado tanto peso antes da luta, e pode aparecer mais forte. Será ele o primeiro a conseguir o golpe?
"Falar que eu iria lá para machucar Chael foi algo do calor do momento. Estudei muito ele como rival, tanto com lutas como com entrevistas. Nunca faço minhas lutas sob o efeito da emoção, preciso me manter frio e calmo. Tranquilo. Ele queria entrar na minha cabeça e isso é melhor para mim. O que posso dizer é que treinei meu jogo de wrestling mais do nunca", explicou o campeão.
Essa luta contra Chael Sonnen tem tudo para ser a penúltima de Jon Jones nos meio-pesados do UFC. Ele já avisou que sua meta na categoria é bater o recorde de defesas de cinturão de Tito Ortiz e se tornar o maior campeão da categoria. Se vencer neste sábado, o norte-americano já iguala a marca do aposentado Tito, com cinco defesas. Jones já avisou que tentará quebrar a marca em um próximo combate em novembro.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu

Minha foto

 Meu nome é Júlio Amâncio, sou um Casabranquense de todo coração. Tenho 2 filhos e uma esposa que amo muito. Sou um batalhador de carteirinha, e nas horas vagas escrevo em meu blog.